Com a liberação do saldo do FGTS existente nas contas inativas a partir do dia 10 de Março de 2017, certamente surgirão vários problemas, dentre eles ausência de deposito pelo empregador do período trabalhado.

Nessa hipótese, não restará ao trabalhador prejudicado outra alternativa senão ingressar com processo contra a empresa.

Para os trabalhadores que tiveram seus contratos de trabalho rescindido antes de dois anos essa discussão é tranquila. . O problema maior ficara para aqueles que deixaram os empregos com tempo superior aos dois anos, uma vez que nesse caso poderá ser acolhida a figura da prescrição.

Já estamos trabalhando em diversos casos, certos de que a prescrição não será acolhida de modo a garantir ao trabalhador o acesso ao dinheiro que lhe pertence.

 

Comments are closed.

Ligue para (19) 3731-3837 ou (11) 3311-7092

Tire suas dúvidas com um de nossos advogados qualificados